Teatro brasiliense na Colômbia: histórias de latinas inspiradoras estarão em Festival

Completando 30 anos em 2021, o Festival Mujeres en Escena por La Paz, da Corporación Colombiana de Teatro, terá projeto de encenações em vídeo da Cia Yinspiração, de Brasília.

Juliana Zancanaro é daquelas artistas obstinadas que mergulham numa pesquisa teatral, se aprofundam nela e vão depurando, depurando… Vê-la em cena é uma delícia. Ela criou, há alguns anos, junto à diretora Luciana Martuchelli, o espetáculo “Elizabeth Tudo Pode”, em que encarna Alexandria, uma bibliotecária, que conta a história da rainha inglesa – e neste espaço mágico, livros falam e personagens de livros ganham vida. É sensacional, existe há 10 anos, e compõe o projeto “Alexandria Conta e Cria”. Daí veio a quarentena e é de se esperar que Juliana não ficasse parada, né? Criou a “Quarentena de Histórias” – uma série de vídeos em que fala sobre mulheres latinas cujas histórias são, ainda, pouco contadas. É este projeto que, agora, vai estar em cartaz no festival colombiano.

Desde o início do período de isolamento, a ‘Biblioteca de Alexandria’ se reinventou e continuou funcionando a todo vapor, transformando História em historinha, com personagens que existiram de verdade verdadeira.

Alexandria, bibliotecária, sobre a Quarentena de Histórias

A Cia Yinspiração já participa há oito anos deste festival. Já estiveram em cartaz, por lá, as montagens de Elizabeth Tudo Pode, O Equilibrista, Amor y Sombra, Farenheit, Sonhos de Shakesperare, além de workshops com a diretora Luciana Martuchelli, ministrados e apresentados em espanhol. Agora o projeto Quarentena de Histórias, que já tem um acervo com mais de 70 vídeos com contações sobre mulheres da História, ganha legenda e vídeos em espanhol. E, assim que entrar em cartaz por lá, passa a ser disponibilizado por aqui também no idioma hermano, nos canais do projeto “Alexandria Conta e Cria”.

O festival será híbrido, com apresentações nos teatros de Bogotá e nas plataformas digitais para qualquer parte do mundo entre os dias 06 e 15 de agosto.

Clique aqui para ir para o site do evento

Elizabeth Tudo Pode

Quer uma amostrinha do quão delícia é o trabalho da Juliana? Só pra ficar na vontade, ó:

Latinas em cartaz

As mulheres que terão suas histórias contadas na série produzida especialmente para o festival são: Chiquinha Gonzaga, Dulcina, Tasila, Maria Firmina dos Reis, a colombiana Débora Arango, a mexicana Aurora Reys, a argentina Emilia Saleny, a chilena Gabriela Mistral e a peruana Victoria Santa Cruz.

A Quarentena já falou também sobre Maria Quitéria, Anita Garibaldi, Ana Neri, Nísia Floresta, Bertha Lutz, Carmen Miranda…

Como na peça “Elizabeth Tudo Pode”, a ideia da bibliotecária Alexandria é mostrar como a História é feita de pessoas reais e como podemos ocupar lugares e seguir profissões e ideias que acreditamos. Quando realizamos nossas missões, nossos sonhos, deixamos nossa marca no mundo e ajudamos a melhorarmos! O céu é o limite, como mostram as primeiras pilotas Thereza di Marzo e Anésia Machado!

Juliana Zancanaro, atriz e realizadora
Como acompanhar

Para acompanhar as contações da Quarentena de Histórias:

foto: Edu Barroso / Divulgação


Me siga nas redes sociais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s