“Nova York, prepare-se para uma longa noite de gritaria pelos 26 anos de Foo Fighters”, avisa Dave Ghrol. Sim, eles voltarão. Em cinco dias

Tão sabendo? Sim, o Foo Fighters vai fazer um show, depois de mais de um ano. Sim, será no Madison Square Garden, em Nova York. Sim, com 100% de capacidade. É como as coisas funcionam num país que tem vacina e população vacinada…

Diz essa música maravilhosa: “aprendendo o caminho de novo”. Diz este clipe que isso pode acontecer após um dia de fúria. E é exatamente neste ponto onde Foo Fighters reencontra o público num período que já pode ser chamado de pós-pandemia, pelo menos em Nova York: dia 20, farão show no Madison Square Garden, e, conforme promessa sublinada no título deste texto, talvez escutemos aqui os gritos que brotarão de lá.

Os ingressos começaram a ser vendidos no dia 11 e ainda rola de comprar. Tão custando, no site oficial de vendas, entre US$233 e US$2.443, e eu só posso dizer, como alguém que já pagou R$800 num (pro show de 2018 no Rio – após ter ido a dois shows deles em 2015, no Rio e em São Paulo, e outro em 2012, em São Paulo, e ter ido novamente vê-los no Rock in Rio 2019) que vale cada fração de centavo. Se eu desse notas até 10 pra cada show, o menos legal seria o único a não levar um 10 e sim um 9,8. Única e exclusivamente pela ausência de uma ou duas canções aguardadas.

Ou seja: sei lá, filho/a que me lê em Nova York neste instante. Vende o carro, vende o corpo, faz o que for, mas esteja no Madison Square Garden no próximo dia 20, às 20h, sendo uma das 20 mil felizes pessoas a berrar “the best of you”, “easy for you to say / your heart is never been brokeen!!!” e “breakoooooooout!!!”. Seja feliz porque, pelo visto, por aqui, vaaai demoraaar…


Mas não para por aí

Yeah, vai ter mais um bando de shows do Foo Fighters já em breve: no final de julho, eles fazem uma mini turnê de comemoração dos 26 anos da banda em um circuitim bão de festivais, tais como Lollapalooza, Bonnaroo e BottleRock.

É de invejar.

E pensar que, não há muito tempo, éramos referência em vacinação. E que na pandemia de H1N1, 80% do público alvo foi imunizado em meses. E que foram 53 e-mails da Pfizer ignorados. Inacreditável…

2 comentários sobre ““Nova York, prepare-se para uma longa noite de gritaria pelos 26 anos de Foo Fighters”, avisa Dave Ghrol. Sim, eles voltarão. Em cinco dias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s