Programação do Cine Drive In – 8 a 14 de julho de 2021

Novidade da semana: Scarlet Johansson dá vida à Viúva Negra Sessão 18h05 – exceto dia 13, que não terá essa sessão! Os Croods 2 – Uma Nova EraAnimação dublada, classificação : livre Sessão 19h30 Viúva NegraAção/aventura legendado, classificação: 14 anos Sessão 21h50 Velozes e Furiosos 9Ação/aventura legendado, classificação: 14 anos Ingressos: R$30 (inteira)Dúvidas: https://cinedrivein.com/ Me siga nas redes sociais! Instagram: @morillo.carvalho Twitter: @morillocarvalho Face: @morillojornalista Continuar lendo Programação do Cine Drive In – 8 a 14 de julho de 2021

É uma mostra portuguesa, com certeza!

Responde aí: quantos filmes portugueses você assistiu nos últimos dez anos? Em toda a vida? Eu, nenhum. Mas isso vai mudar com a mostra “De Portugal para o Mundo”. Ah, vai! Pedro Costa, Miguel Gomes, Teresa Villaverde. Nomes de cineastas portugueses que poderão, a partir de hoje, ser descobertos caso você não os conheça ou redescobertos e revisitados, caso já. Até 15 de agosto, o … Continuar lendo É uma mostra portuguesa, com certeza!

Programação do Cine Drive In – 1º a 7 de julho de 2021

Novidades da semana: Velozes e Furiosos 9 em sessão dublada e a estreia da animação Os Croods 2 Sessão 18h Os Croods 2 – Uma Nova EraAnimação dublada, classificação : livre Sessão 19h30 Velozes e Furiosos 9Ação/aventura dublado, classificação: 14 anos Sessão 22h Velozes e Furiosos 9Ação/aventura legendado, classificação: 14 anos Ingressos: R$30 (inteira)Dúvidas: https://cinedrivein.com/ Me siga nas redes sociais! Instagram: @morillo.carvalho Twitter: @morillocarvalho Face: … Continuar lendo Programação do Cine Drive In – 1º a 7 de julho de 2021

Programação do Cine Drive In – 24 a 30 de junho de 2021

A novidade é: Velozes e Furiosos 9, na sessão das 22h Sessão 18h Spirit – O IndomávelAnimação dublada, classificação : livre Sessão 19h30 Velozes e Furiosos 9Ação/aventura legendado, classificação: 14 anos Sessão 22h Aqueles que me desejam a morteDrama legendado, classificação: 16 anos Ingressos: R$30 (inteira)Dúvidas: https://cinedrivein.com/ Continuar lendo Programação do Cine Drive In – 24 a 30 de junho de 2021

15 filmes para conhecer Brasília da melhor forma

Na última edição da Revista GPS, escrevi uma matéria grandona sobre o olhar dos cineastas para com a capital do país. E, no box, foi uma seleção com onze destes filmes, mas tive de acrescentar mais quatro aqui porque sempre dá aquela sensação de “hmm, faltou aquele”… Conheça-os! Antes de mais nada, 19 de junho é o Dia do Cinema Nacional. Daí o portal GPS … Continuar lendo 15 filmes para conhecer Brasília da melhor forma

Mostrinha Livre: festival de filmes pra molecada este findi no CCBB

Reconhecida hoje como a maior mostra de cinema brasileiro, a 18ª edição da Mostra do Filme Livre traz para o Centro Cultural Banco do Brasil – Brasília, entre 16 de abril e 12 de maio, a nata da produção audiovisual independente nacional, representada por 155 filmes realizados em todas as regiões do país. A entrada é gratuita. No fim de semana, a MFL inclui uma … Continuar lendo Mostrinha Livre: festival de filmes pra molecada este findi no CCBB

O Rei Leão: novo trailer tem Scar!

Tem nem muito o que dizer, certo? Vamos ver: Certo, vimos. Além de Scar, vimos Nala, vimos Timão, vimos Pumba… Chega dezembro, mas não chega julho, né? Puta que pariu!!! Enquanto não rola de julho chegar trazendo a releitura da animação mais amada da Disney em todos os tempos, e já que o Scar apareceu no trailer agora, então resta-nos acatar seu recado, dado lááá … Continuar lendo O Rei Leão: novo trailer tem Scar!

Brasiliense cria curta de animação com técnica primária

Raquel Piantino está em fase de finalização do curta “Cláudia e o Crocodilo”, um conto fantástico sobre a relação entre uma mulher e um animal selvagem. O que é ser civilizado? O que é ser selvagem? Foi partindo dessas perguntas que a desenhista, cineasta e animadora brasiliense Raquel Piantino criou “Cláudia e o Crocodilo”. Um curta-metragem com estreia prevista para este ano que apresenta a … Continuar lendo Brasiliense cria curta de animação com técnica primária

Vagalumes na sala de projeção

imagem: internet

Antônio Trindade

A Segunda Gerra Mundial é um tema recorrente no cinema. Poucos filmes, no entanto, oferecem uma visão diferente do conflito. Nesse aspecto, o anime Hotaru no Haka (Túmulo dos vagalumes), de Isao Takahata, brilha diante da maioria das películas hollywoodianas.

Obra do Estúdio Ghibli, que também assina ótimas produções como A Viagem de Chihiro e o Castelo Animado, o Túmulo dos Vagalumes mostra a história dos irmãos Seita e Setsuko no final da Segunda Guerra. Seita e sua irmã mais nova vivem com a mãe e esperam pelo retorno do pai, convocado para lutar contra os americanos.

O Túmulo dos vagalumes é essencialmente uma história de amadurecimento. No pós-guerra, os japoneses ficaram entregues à própria sorte. A fome era uma inimigo que ainda perturbava a população. O egoísmo e a indiferença eram dois sentimentos recorrentes. E Seita e Setsuko precisam enfrentar tudo isso e continuar vivendo, mesmo que o futuro não pareça muito melhor. Continuar lendo “Vagalumes na sala de projeção”

Uma bela história sobre pijamas e sonhos

foto: divulgação do filme

saudosidades// porque, por aqui, não falamos só sobre o que é novo ou estreante.

Antônio Trindade

O livro “O menino do pijama listrado”, um romance do irlandês John Boyne, é um desses títulos que surpreendem pela simplicidade.

Na obra, John Boyne faz um olhar infantil sobre o Nazismo. A história se passa na Alemanha, durante a Segunda Gerra. Começa quando o curioso Bruno é obrigado e deixar sua casa em Berlim porque o pai, um importante militar do exército alemão, é enviado para cuidar de um campo de concentração.

Bruno subitamente se vê em um lugar chamado Haja-Vista (como é muito novo, não sabe pronunciar direito Auschwitz). Ele fica indignado com o pai por ter trocado a iluminada Berlim, cheia de amigos e diversão, por aquele lugar. -Até que o inesperado acontece. Mas pra saber, continue lendo

Sonho possível, mas sem surpresas

foto: divulgação Warner Bros

Antonio Trindade

Fui ao cinema ver Um Sonho Possível (The Blind Side) sem saber do que se tratava. Simplesmente não tinha visto nenhum trailer. A única coisa que eu sabia era que Sandra Bullock tinha recebido um Oscar pela película. De certa forma, me surpreendi, mas não o enxergo como um filme tão marcante assim.

Logo nas primeiras cenas, o espectador fica sabendo que o roteiro foi baseado em fatos reais. O título original do filme, The Blind Side, é uma clara referência ao Futebol Americano, uma paixão gringa. Em algumas jogadas, os atacantes de um time devem proteger o lado cego do quarterback (não entendo nada de futebol americano. Isso foi tudo que deu para assimilar). Bom, essa explicação toda serve apenas para mostrar como no Brasil, onde o esporte não faz o menor sucesso, o título original talvez não fizesse muito sentido.

Voltando ao filme, Um Sonho Possível conta a história do adolescente Michael Oher, apelidado de Big Mike, interpretado por Quinton Aaron. Big Mike é negro, obeso, pobre, filho de mãe viciada em drogas e cresceu em um mundo de rejeição e violência. Mesmo assim, nunca se deixou contaminar pela maldade que o cercou. Retirado à força dos braços da mãe, ele nunca se adaptou à vida de adoção. Mas o trauma da separação o tornou uma pessoa fechada em seu grande vazio e avessa a qualquer tipo de relacionamento. -Leia mais