Ouvir estrelas

“Ora (direis) ouvir estrelas! Certo Perdeste o senso!” E eu vos direi, no entanto, Que, para ouvi-las muita vez desperto E abro as janelas, pálido de espanto… E conversamos toda noite, enquanto A Via Láctea, como um pálio aberto, Cintila. E, ao vir o sol, saudoso e em pranto, Inda as procuro pelo céu deserto. Direis agora: “Tresloucado amigo! Que conversas com elas? Que sentido … Continuar lendo Ouvir estrelas

Só faltava ser em Brasília

O Paulo Mesquita, colaborador deste blog, autor deste outro e deste, e que divide comigo este último, tem toda razão: só faltou ser em Brasília. Me refiro ao vídeo promocional da Vivo, de Eduardo e Mônica. O vídeo é simplesmente incrível e eu achei sensacional, não fosse a história se passar em São Paulo e não na nossa Brasólia. Quando Renato Russo cantava “se encontraram … Continuar lendo Só faltava ser em Brasília

Tchau, Embracine!

É, minha gente. No CasaPark, havia a operadora de cinemas mais legal da cidade, pois atuava como substituta do Cine Academia com a exibição de filmes do circuitão comercial e de produções mais cult. Havia, isso mesmo. Uma briga judicial entre o shopping e a operadora de cinema fechou as portas das salas hoje. A decisão, favorável ao CasaPark, determinou o fechamento do Embracine por … Continuar lendo Tchau, Embracine!

Em tempo…

Hoje, na Câmara dos Deputados, tem o lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Cultura. O grupo reúne 250 parlamentares, tem representantes estaduais e deve defender a aprovação da PEC 150. A proposta determina a destinação de 1% do orçamento brasileiro, 1,5% do dos estados e 2% do dos municípios para a cultura, sem possibilidade de contingenciamento para outras áreas. E, como o assunto do último texto foi … Continuar lendo Em tempo…

Estamos com abstinência!!

O consumo elevado destas drogas nos levou à overdose. Estamos em uma clínica de recuperação, mas voltamos muito logo. Ao consumidor inveterado destas drogas, nossos esclarecimentos: nossa pouca atividade nos últimos dias tem alguns motivos. 1 – O Morillo, um dos repórteres do blog, acaba de descobrir que será papai e está sem tempo de ver sequer um filminho. 2 – A Ana Luiza Zenker, … Continuar lendo Estamos com abstinência!!

Faíscas televisivas e o telefonema londrino

Quando o The Clash morreu, eu mal tinha nascido – sou de 84, eles encerraram a banda em 85. Fui saber da existência dos caras lá por 2000, vendo na TV algo sobre as maiores bandas do mundo. Um dia entra o professor na sala de aula, 7º semestre de jornalismo, e indaga: “alguém aí conhece The Clash”? Cri, cri, cri. “Conheço”, respondo, não muito … Continuar lendo Faíscas televisivas e o telefonema londrino

Importante é o Muse?

“Só vim para não pagar ingresso pro show do Muse”, começou a coletiva, brincando, a Pitty. Nos bastidores do festival, as bandas costumam falar com a imprensa depois de seus shows. Ela fez diferente, porque não queria perder o show da banda inglesa. Diz o zine oficial do evento que esta faz uma fusão de indie rock e eletrônica com influências de rock pesado e … Continuar lendo Importante é o Muse?

Pelo bem do rock’n roll e da Lei Seca

Não estou amparado por nenhuma pesquisa estatística séria, mas o meu círculo de amizades é significativo e tem gente de todo tipo. Entre eles, é unânime: a Sol é a pior cerveja que existe. E é de emputecer vê-la figurando em tudo que é banner e panfleto de qualquer grande evento, porque é fria na certa: só vai dar ela lá. No Porão do Rock, … Continuar lendo Pelo bem do rock’n roll e da Lei Seca

MP3 é tudo o que temos

Para as bandas Amp (de Recife) e O Círculo (de Salvador), o formato digital de música é tudo. Foi o que os caras acabaram de dizer na coletiva que reuniu as duas, nos bastidores do Porão do Rock. “É fundamental para o nosso trabalho. Estamos pensando em fazer discos para MP3, para que a qualidade não se perca”, mandou Djalma (voz e guitarra) do Amp. … Continuar lendo MP3 é tudo o que temos