Festival do prazer (à mesa!)

Duo Cacahuá, do Cacahuá, na 207 Sul / Foto: Divulgação

Ana Luiza Zenker

Hummmm… gostoso…! Ingredientes selecionados, pratos feitos no capricho, apresentação impecável. Ah, confessa… você também gosta de comer bem, né? Um almoço ou jantar fora de casa, só pra variar o cardápio…

É para os que adoram apreciar as invencionices dos chefs da Capital que fica a dica: começa na próxima quarta-feira, dia 14, o Festival Sabor Brasil – Brasília, organizado todo ano pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel).

O cardápio é de dar água na boca. Muito peixe e filé mignon, mesmo nos pratos mais em conta. Algumas pizzas com recheios inusitados. Temperos japoneses, peruanos, chineses e mexicanos. Pratos acompanhados de sobremesa. Pratos pra um, pra dois e até pra oito (ok, ok… é petisco). -E os valores, então? Só continuando a ler para saber…

Alice

Foto: Divulgação

Ana Luiza Zenker

Uma menina de vestidinho azul, brincando na grama, vê de repente um coelho branco, correndo apressado, com um relógio na mão. Assim começa uma das histórias mais repetidas entre as últimas gerações. Uma das aventuras mais surreais disponíveis em livro e no cinema. Ainda que você não lembre todos os detalhes da entrada à saída de Alice daquela toca-de-coelho-mundo-de-faz-de-conta.

É mais ou menos assim, também, que começa a mais nova versão dessa história. Com aventuras ainda mais surreais – se é que é possível isso acontecer. Antes que alguém se pergunte se eu já vi: não. Ora, a Alice do Tim Burton ainda não estreou nos cinemas brasileiros. Só em abril, caríssimos. Mas a trilha sonora já está nas lojas em CD, sim senhor.

Já ouvi a cópia que uma amiga comprou – de acordo com ela, está barato, nem vale a pena tentar catar na internet um arquivo de qualidade. “Almost Alice” dá ainda mais curiosidade de ver o filme do que eu já tinha. -Para ficar com ainda mais água na boca, siga a leitura: tem o playlist e o trailler…->

Mr. America

imagem: Pinacoteca/Divulgação

Ana Luiza Zenker

Ainda não vi, mas pelo o que lembro do Museum of Modern Art (MoMA) de Nova York, vale muito a pena. Então, fica a dica:

Exposição Andy Warhol, Mr. America, na Estação Pinacoteca, em São Paulo.

São gravuras, como a famosa Sopa Campbell’s, e vídeos de um dos nomes mais importantes da Pop Art norte-americana.

Já está aberta ao público desde o último dia 20 e segue até 23 de maio. -Veja (e leia) mais->

Retomando os “blockbusters” de sempre…

Outra visão// A Aninha torna a escrever sobre blockbusters aqui no Drops. Aqui vai mais uma visão sobre o filme Simplesmente Complicado. … Ana Luiza Zenker … Nada melhor do que umas boas gargalhadas. Melhor ainda com a expectativa de bons filmes vindo logo em seguida (considerando os trailers, as salas de cinema prometem). Domingo foi dia de ver Meryl Streep, Steve Martin, Alec Baldwin … Continuar lendo Retomando os “blockbusters” de sempre…

Alguns motivos para amar Coldplay

Ana Luiza Zenker

http://www.flickr.com/photos/algreen/3102265973/
foto: al_green, no Flickr

Nada melhor do que um pouco de rock – dirão alguns que mais pra indie rock -, muitos pulos, gritos, músicas em coro por uma plateia apaixonada. Assunto bom pra voltar, antes de retomar os posts sobre bons blockbusters. É, eu fui uma das 34 mil pessoas que toparam ficar debaixo de uma chuva ora fina e chata, ora forte e capaz de lavar a alma, só pra poder cantar alguns dos refrões mais famosos da banda inglesa Coldplay, no Rio de Janeiro.

Roteiro aceitável+muita ação=cura para alguns males

A despeito das oito estréias do final de semana (que listo no final deste drops), o assunto que volta a ser discutido é, sim, A Múmia e seu imperador chinês. Depois de ir conferir quão bem esse fármaco pop pode fazer a um viciado em crise de abstinência, pude constatar que o filme não nem tão bom nem tão ruim quanto se fala por aí. … Continuar lendo Roteiro aceitável+muita ação=cura para alguns males

Entre brasileiros e blockbusters, eu fico com todos

A semana é, sem dúvida, de duas estréias bem distintas no cinema da Capital. A primeira, e que chamou mais atenção, é A Múmia – Tumba do Imperador Dragão. Mais um blockbuster e terceiro filme da série (que já teve A Múmia e O Retorno da Múmia), a produção divide opiniões entre os supostamente especialistas. Eu pretendo ver, mas confesso que me sinto um tanto … Continuar lendo Entre brasileiros e blockbusters, eu fico com todos

“Terezinha! … Uh uh!”

Ele começou no rádio em 1935 e 30 anos depois fazia sucesso na TV aberta brasileira. Acabou se tornando uma das figuras mais conhecidas do século, com seus jargões, seu jeito irreverente, sua buzina, o bacalhau e o abacaxi destinados de uma forma muito especial à sua platéia. José Abelardo Barbosa Medeiros, ou Chacrinha, nasceu em Surubim (PE), mas ganhou notoriedade no rádio carioca e, … Continuar lendo “Terezinha! … Uh uh!”

Mais um blockbuster americano

Fugindo um pouco aos posts sobre o melhor São João do mundo – ainda baixo por lá por uma semana – que tal passar pelas estréias da semana nos cinemas da Capital? O primeiro da lista dos já vistos é Hancock, com Will Smith. Sim, mais um anti-herói norte americano, saído diretamente dos quadrinhos. Mas, garanto, para quem gosta de boas cenas repletas de efeitos … Continuar lendo Mais um blockbuster americano