Amanhã tem Pablo Fagundes Trio de graça pelo Youtube

Instrumentista reconhecido pelo primoroso trabalho que realiza com a gaita estará amanhã no CTJ Hall com outros dois virtuoses de Brasília em transmissão gratuita

Complicado escrever sobre música instrumental, né? É que é música pra se ouvir e ficar delirando, viajando, pensando na imensa capacidade de sons e imagens que a música é capaz de criar ainda que não tenha ninguém conduzindo uma letra, ou uma voz no meio. É a oportunidade de ouvir e ver borboletas saírem das cordas de um violão ou bolhas de sabão surgindo em cada nota ou acorde de gaita. Por isso é que é tão bom. O Pablo Fagundes é um virtuose da gaita. Há 35 anos presenteia quem o aprecia com os sons que saem desse instrumento que precisa ser beijado para que a música aconteça. Já lançou mais de 10 discos, entre próprios e em participações. O cara é foda, mano, e é isso. E posso provar. Ó ele tocando com o Bruno Berê (do Pé de Cerrado):

Plaquinha do “eu avisei”. Eu avisei que ele era foda, não avisei? Avisei… E, bom…

Choro, samba, Bossa Nova, baião, valsa, xote, maracatu, blues e jazz são alguns dos ritmos que devem compor o repertório do Pablo Fagundes Trio, nesta sexta-feira, às 20h, no Youtube da Casa Thomas Jefferson. Com Pablo estarão o pianista Misael Silvestre e o baterista e percussionista Pedro Almeida.

Mais sobre Pablo Fagundes

É que ele é daqueles caras tão fodásticos que valem a descrição completa, ó: Pablo se formou pela Escola de Música de Brasília. Em 2008, idealizou e implementou o Curso de Gaita Cromática na Escola de Choro Raphael Rabello, do Clube do Choro de Brasília, onde também exerce a função de coordenador musical. Até 2019, esse curso recebeu mais de mil alunos.

Lançou o DVD didático “Aprenda a tocar harmônica na música brasileira” e realizou workshops de música brasileira na Georgetown University, Northeastern University, Richmond University, nos EUA, e também na Australian National University. A pesquisa, sempre presente em sua trajetória, rendeu-lhe parceria com a Hering, tradicional fábrica de gaitas do Brasil, após concluir projeto de graduação em Engenharia Florestal na UnB, em 2002, que versou sobre madeiras brasileiras não ameaçadas de extinção apropriadas para a fabricação do corpo da gaita e de outros instrumentos musicais. Atualmente, Pablo é endorsee da fábrica de instrumentos musicais japonesa Suzuki.

Pablo Fagundes possui vasta experiência artística internacional. Colaborou com com o gaitista belga Toots Thielemans, o multi-instrumentista Hermeto Paschoal, o guitarrista Toninho Horta, os bandolinistas Hamilton de Holanda, David Grisman, Mike Marshall, o sanfoneiro Dominguinhos e os gaitistas norte-americanos Howard Levy e Peter Mad Cat, vencedores do Grammy, entre muitos outros. Na Bélgica, foi convidado do Harmoliège, icônico festival de harmônicas. Na França, participou de festivais promovidos pela Harmonica De France Fédération. Nos EUA, foi o único músico brasileiro convidado a participar do 44º SPAH (Society for the Preservation and Advancement of Harmonica), maior e mais tradicional evento de gaitistas dos EUA.

Diversas parcerias marcam a carreira do instrumentista, entre elas a inusitada fusão da gaita brasileira com o beat box do norte-americano Christylez Bacon. O seu mais recente trabalho, Trinca Brasil, ganhou o Festival Cultural Competitivo promovido pela Câmara de Comércio Brasil-Canadá (CCBC Jazz Fest). O Trinca Brasil realizou turnês no Canadá, levando a brasilidade musical. A formação desse trio se completa com Félix Jr. (violão 7 cordas) e Pedro Almeida (bateria).

Sua discografia inclui o álbum Transcontinental Music Express, indicado ao Prêmio TIM de Música e gravado com o músico norte-americano Ted Falcon. Seu álbum solo Foles teve a participação do inesquecível Dominguinhos, em um dueto de sanfona e gaita em “Feira de Mangaio”. Pablo Fagundes integrou o grupo cultural Pé de Cerrado, referência em ritmos regionais brasileiros (coco, maracatu, ciranda, baião), com o qual gravou dois álbuns e um DVD. O trabalho mais recente foi o álbum De Braços Abertos, lançado em 2018.

foto: Divulgação


Me siga nas redes sociais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s