Dia do Amigo: 10 amizades inseparáveis na música

Mais que migles, friends. Conheça um bocado da história de amigos que jamais se desgrudam, ou que até já romperam, mas cujo legado deixado é imortalizado em canções

Amizades que duram 30, 40, 60 anos, e que se renovam todos os dias. Neste Dia do Amigo, 20 de julho, uma lista de grandes amizades na música brasileira e mundial.

1 – Elton John e Bernie Taupin

A história dessa amizade foi contada no filme Rocket Man e é das coisas mais lindas. Mesmo lidando com a personalidade do cão que Elton John tem, Bernie nunca brigou com ele – e vice-versa. São mais de 50 anos de amizade, muitas letras junto e essa canção linda que Elton fez para o amigo:

2 – Paul Mc Cartney e John Lennon

Era 6 de julho de 1957 quando o jovem Paul assistiu a banda Quarrymen, da qual Lennon fazia parte, no jardim da igreja de St Peter. Altos e baixos viveram, mas são tão inseparáveis quanto o crédito Lennon-McCartney, presente até em Yesterday.

3 – Tom Jobim e Vinicius de Moraes

O maestro e o poetinha são nomes gigantes da música brasileira. Dupla inseparável no ofício e na vida, assinam inúmeras canções. Dentre elas, “Água de Beber”, que criaram quando, em visita à Brasília que se construía a convite de Juscelino Kubitsheck, perguntaram ao segurança do Palácio do Catetinho: “que água é essa aí?” (referindo-se ao barulho de uma mina próxima). “Você não sabe não? Isso aí é água de beber, camará”, respondeu. Um clássico!

4 – Caetano Veloso e Gilbero Gil

São quase 60 anos de amizade. Pra ser preciso, são amigos desde 1963, quando Caetano entrou na UFBA e foi apresentado a Gil pelo produtor Roberto Santana. São só carinho, amor e admiração sempre, um pelo outro. Como canta o Emicida em “Quem Tem um Amigo tem Tudo” (com o amigo Zeca Pagodinho), “ser mano igual Gil e Caetano, nesse mundo louco, é pra poucos”.

5 – Rita Lee e Elis Regina

Elas eram zero amigas, até porque a Elis fazia a linha dura anti-guitarras e uma cara de entojo que a Rita meio que ficava com medo de tomar uma porrada na cara. Até que, belo dum dia, regime militar, e me resolvem prender a Rita por causa de um baseado. Êh, mas Elis mostrou porque é que era chamada de Pimentinha… Foi parar na porta da delegacia, arrumou um escândalo e encheu o saco até a hora em que soltaram Rita Lee. Em retribuição, a rainha do rock a presenteou com essa delícia de canção, que começa aos 04’11”, mas vale a pena ver esse vídeo todo porque outra amizade crocante de Elis era com o cara que aparece aqui, logo de cara: Adoniran Barbosa. E antes da canção, elas ainda conversam sobre o fato que as aproximou:

6 – Roberto e Erasmo Carlos

Embora eu ame Erasmo e seja bem antipático ao Roberto, por suas posições sempre muito conservadoras e tal, é inegável sua contribuição para a música brasileira, especialmente o pop-rock. Juntos desde a mais tenra juventude, foram nomes fundamentais na Jovem Guarda e são amigos até hoje. Põe mais de 60 anos aí… E, bom, Roberto fez um clássico pra Erasmo, que é bem emocionante, admitamos:

7 – Gal Costa e Maria Bethânia

Sempre se especulou que elas são, na verdade, rivais. Começaram praticamente juntas, fundaram a Tropicália, fizeram turnês com os Doces Bárbaros e duetos em diversas ocasiões em suas carreiras solos, mas há algo que só elas sabem que faz com que a amizade seja estremecida. Ficaram sem se falar entre 2002, quando houve a reunião dos Doces Bárbaros, e 2017, quando Bethânia falou sobre a amiga ao documentário “Meu Nome é Gal”. Em 2018, gravaram um novo dueto, “Minha Mãe”, no disco “A Pele do Futuro”, da Gal. Enfim, amigas.

8 – Cássia Eller e Nando Reis

É uma amizade que, infelizmente, durou poucos anos. Não deu tempo de durar mais porque Cássia morreu. Mas que rendeu coisas lindas como All Star, a música que Nando fez praticamente no dia seguinte ao primeiro encontro com Cássia – quando ele diz que apertava o 12 que é o seu andar, não via a hora de encontrá-la e continuar aquela conversa que não terminaram ontem e ficou pra hoje. Nando compôs canções que se eternizaram na voz de Cássia. Produziu seu Acústico MTV. Durou pouco, mas foi muito produtivo.

9 – Frejat e Cazuza

“Todo amor que houver nessa vida” é um exemplo do que essa dupla era capaz de fazer quando se juntava para compor. No documentário “Barão Vermelho – Porque a Gente é Assim”, lançado em 2017, fica evidente essa forte amizade entre Cazuza e Frejat, sendo o primeiro um senhor porra louca e o segundo um cara certinho.

10 – Pabllo Vittar e Urias

Falar de amizade atual? Essa aqui é coisa linda. Já passaram altos perrengues juntas, mas sempre estiveram ali, uma pra outra. Urias era a assistente pessoal de Pabllo e começava uma carreira de modelo, mas agora faz é cantar e taí as duas mandando benzão.

Grande parte dos artistas abordados nesta lista já teve episódios sobre discos seus no podcast Disco de Segunda. Ouça aqui!


Me siga nas redes sociais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s