Kobra inaugura mural em homenagem às vítimas da covid-19

Muralista que dispensa apresentações retrata crianças de cinco grandes religiões do mundo. Obra está no bairro de Pinheiros, em São Paulo

Embora seja desnecessário apresentá-lo, já que seus imensos murais já são pra lá de conhecidos e estão presentes nos cinco continentes do planeta, talvez muita gente não saiba que Eduardo Kobra é o nome do artista, ou que ele nasceu na periferia – no Jardim Martinica, zona sul da capital paulista. Ou que ele é um cara de 45 anos, autodidata, que se inspira em Banksy, Keith Haring e Diego Rivera. Ou, ainda, que são dele os dois maiores murais do mundo: um que homenageia o chocolate e tem 5.742 metros quadrados, às margens da Rodovia Castello Branco, na região metropolitana de Sampa; seguido do “Etnias”, no Rio de Janeiro, com 2.500 metros quadrados – e que pode ser visto no Boulevard Olímpico, na região portuária do Rio.

Acabei por apresentá-lo, né?

Mas concorda que é bem comum que dissociemos artista de obra, e que muitas vezes nos interessemos tanto pela obra que esquecemos de conhecer o artista? Não vou perguntar se só eu que sou assim porque sei que não sou um diferentão. Sei que a primeira obra que vi de Kobra é a imensa fachada lateral de um prédio numa das pontas da Avenida Paulista, com o retrato de Oscar Niemeyer. É de uma beleza tão estonteante que torna impossível que o contato com a arte passe incólume.

Coexistência: memorial da fé por todas as vítimas da covid-19

Esse é o título do mais novo mural inaugurado por Kobra. Fica em Pinheiros, na zona oeste paulistana, na miúca de onde a arte e a cultura mais universal ocorrem na metrópole. E, para representar a fé, ele escolheu retratar cinco crianças de grandes religiões do mundo.

Quem me acompanha sabe da fé que tenho em Deus. Por isso, foi um momento muito especial o que vivi dias atrás, na inauguração da obra ‘Coexistência: memorial da fé por todas as vítimas da covid-19’, em Pinheiros, São Paulo. No mural, retratei crianças das cinco diferentes grandes religiões do mundo: cristianismo, islamismo, budismo, judaísmo e hinduísmo. Para marcar a conclusão do trabalho, reunimos importantes líderes religiosos em um evento ecumênico — estiveram comigo dom Odilo Pedro Scherer, cardeal arcebispo de São Paulo; o rabino Michel Schlesinger, da Congregação Israelita Paulista; monge Ryozan, sensei da Comunidade Zen Budista; sheik Jihad Hammadeh, vice-presidente da União Nacional das Entidades Islâmicas; o mestre espiritual da Linhagem de Yogues Indianos Sachcha, Sri Prem Baba; a ialorixá Carmen , da Casa de Tradição Afrorreligiosa Candomblé; e o pastor Gustavo Schmitt, da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil”

Eduardo Kobra, em sua página no Facebook.
Galeria de imagens do novo mural de Kobra

fotos: reprodução / Facebook Eduardo Kobra


Me siga nas redes sociais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s