foto: rosano mauro / CC / Wikimedia Commons

Adeus, Nelson Sargento!

O sambista era baluarte da Estação Primeira de Mangueira. Aos 96 foi dos primeiros idosos a serem imunizados no Rio. Infelizmente, foi contaminado e não resistiu à covid-19

Nascido na Praça XV do Rio de Janeiro, em 1924, e registrado como Nelson Mattos, Sargento morou no Morro do Salgueiro até os 12 anos, quando se mudou com a mãe para a Mangueira.

Lá, foi levado ao samba por seu padastro, Alfredo Português. Ao lado de Alfredo e Jamelão, compôs o clássico “Cântico a Natureza” – primeiro sucesso e samba-enredo mangueirense de 1955. Nelson procurou o Exército para ter uma ocupação e garantir respeito na família. Atuou como militar de 1945 a 1949, e levou o apelido para o resto da vida.

Vacina

Sargento foi imunizado numa cerimônia festiva no Palácio da Cidade, dia 31 de janeiro. O prefeito do Rio comemorou:

A segunda dose, ele recebeu em casa, depois de duas semanas. Infelizmente não foi o suficiente para evitar que o sambista se contaminasse e falecesse às 10h45 deste 27 de maio de 2021.

Valeu, Sargento!

Em 2014, ao completar 90 anos, a EBC preparou um baita dum especial pra comemorar. Aqui tem o link para acessar este especial (de onde tirei algumas das informações deste texto) e também o depoimento que ele deu à jornalista Luciana Barreto, hoje na CNN, mas à época, na TV Brasil:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s