Luciana Martuchelli - foto: Rossella Viti

Cancelamento do FAC: consequências sociais sem precedentes

Artigo da diretora, atriz, empreendedora cultural, preparadora de atores e muita arte mais Luciana Martuchelli, dimensiona a amplitude desastrosa que o cancelamento dos editais do FAC representa

Luciana Martuchelli*

O GDF está bloqueando recursos publicados oficialmente para apoiar mais de 500 projetos altamente qualificados, destinados à comunidade, e que foram aprovados por lei, envolvendo cerca de 30.000 empregos de uma cadeia interligada que passa pela costureira, o segurança, o editor gráfico, o produtor, o músico, o ator, o poeta…

Um desmantelamento, além de um silenciamento de consequências sociais e econômicas sem precedentes. Desde que justo, o FAC e as demais leis de benefício à cultura têm foco na cidadania e na expansão educacional de um estado – foram mecanismos de fomento desenvolvidos e protegidos até então!

Tivemos o Ministério inteiro da cultura e editais em todo país eliminados
e agora, aqui no DF, estão querendo desviar à luz do dia, recursos que já foram publicado e aprovados por lei.

Uma ameaça de peso inacreditável, sendo nós a capital do Brasil!

Além de permitir que um ato inconstitucional aconteça sem que façamos nada, abrindo precedentes para que outros crimes desta natureza ocorram com naturalidade, não podemos permitir o desemprego, a evasão e a desvalorização da qualificação de profissionais voltados para a manutenção do alto nível da cultura e da educação no DF!

Em nota, vemos a fragmentação da classe artística, uma categoria aprovada e com absurdas restrições, quase inviabilizada em seus projetos e silenciamento total das outras categorias!

Nós artistas recebemos a notícia oficial pelo jornal, nenhum encontro presencial com as categorias, nenhum diálogo. Por quê? Porque está contra a lei! Porque não há argumento para uma ação inconstitucional!

Todos nós, artistas e não artistas, estamos sendo convocados neste momento para lutar pelo nosso patrimônio cultural, para proteger o DF da falência de pensamento. Integração e cidadania implícitos no fazer e viver artístico que fazem dessa capital celeiro e referência para o mundo inteiro!

Se não lutarmos o que pode acontecer?
Como isso atinge a todos?

Bem, só quem vive ou viveu num país sem cultura e sem liberdade de expressão sabe o horror que impera! A cultura e a extraordinária educação e reflexão que ela promove, é a base da liberdade de escolha e nutrição de propósitos e protagonismo existencial de uma sociedade! Não somente seu entretenimento, e passatempo diante de dias difíceis, mas a edificação e empoderamento do individuo, sua voz e capacidade de contribuir com a vida!

Sem seu espaço, alcance e excelência, podemos esperar, sem dúvida, êxodo, violência e barbárie!

Não são os artistas que estão sendo roubados. Todo o povo de Brasília está sendo colocado na inanição e na obscuridade de uma entropia que visa o colapso!

O FAC é um suporte às artes que tem compromisso com a comunidade. Um recurso garantido por lei, por homens e mulheres da nossa história que compreendiam que sem cultura e sem arte não existe civilização nem futuro para as novas gerações!


*Luciana Martuchelli é atriz, diretora, cineasta e produtora cultural.

Não tenho nenhum projeto aprovado nos editais em questão, porém coloco aqui a mim e a minha empresa, grupo e história de 25 anos contribuindo com a cultura local, juntos ao GRANDE NÃO à esta decisão ARBITRÁRIA DO GDF, convocando público e aliados para esta luta!

Anúncios