Mamonas nas telonas

este era o encarte do único CD deles.

Faz 15 anos. Foi antes mesmo da morte prematura de Renato Russo que uma queda de avião na Serra da Mantiqueira (SP) interrompeu a meteórica carreira dos Mamonas Assassinas.

Dinho, Bento, Júlio e os irmãos Samuel e Sérgio arrebataram milhares (talvez milhões) de fãs e de risadas nos sete meses de atividade da banda, e se foram antes de chegar aos 30. Hoje, a história deles ganha as telonas.

A estreia ainda é restrita ao eixo Rio-São Paulo, com escala em Campinas. O documentário de 84 minutos é dirigido por Cláudio Kahns, e as imagens são as que os próprios mamonas produziram. O filme “Mamonas pra Sempre” dá sequência a um projeto que estreou em 2009 , do mesmo diretor.

Quem é fã, não deve encontrar novidade, mas dá pra matar as saudades deles que, com irreverência, criticavam por criticar o pagode (que recém-começava a fazer sucesso) com a música “Lá vem o alemão” – sátira de “Lá vem o negão” com direito à imitação da voz do Netinho do Negritude Jr na sequência “subiu-sim-subiu-sim-subiu-geladinho-gostosinho-ui”. Também tiravam um sarro com o baião (em “Jumento Celestino”), e com o sertanejo, na mais que mela cueca Bois Don’t Cry (lembra do “ela é uma vaaaaaaacaaaa… muu… eu sou um toouroo”?).

Por sermos a última cidade em que os caras fizeram um show (rende até um post a maldição de Brasília), aguardamos ansiosamente a estreia por aqui. Obrigado.

Um comentário sobre “Mamonas nas telonas

Deixe uma resposta para Alexsander Ferreira Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s