Viagem psicodélica

Ela apareceu no início da Asa Norte... (foto minha)

Num determinado momento da história, uma grande quantidade de jovens quis se libertar de tudo o que já estava pré-estabelecido – o sistema – e salvar o mundo. Hunter S. Thompson, jornalista norte-americano, foi um deles.

Contratado pela Rolling Stone (revista porta-voz da contracultura nos EUA) nos anos 60 e 70, ele narrava essas viagens, em seu jornalismo gonzo (em que não há barreira entre narrador e personagens). Posteriormente, seus textos mostrariam as consequências devastadoras sobre a juventude de São Francisco – local que ficou popular pelo consumo insano e frenético da droga.

O que restou dessa época? Um imenso legado no que diz respeito à cultura. Literatura e música, em especial. E obras de arte, como essa kombi.

Como numa viagem a 1969 – ou ao desenho do Scooby Doo -, essa kombi parou em frente ao meu trabalho, ontem à tarde, e eu fui lá fotografar.” />

As kombis e vans psicodélicas eram usadas pelos líderes hippies para conectar quem estava a fim de viajar ao lado de lá. Eram equipadas com aparelhos de som, tocando Jefferson Airplane e cia.

Essa aqui, não. É uma kombi roots do Cerrado. Essa aqui serve de ponto de cultura ambulante, na cidade. Perambula, conduzida pela agente cultural Elisa Rachaus, para colocar em contato bandas e produtores. É aí dentro que eles acertam como, quando, onde vão tocar. Na madrugada dessa era de aquário.

Pintada à guache, a kombi psicodélico-candanga tem vários detalhes da cidade. Curte uma galeria de imagens sobre ela:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Viagem psicodélica

  1. Pingback: Acorda, Sobradinho! « Drops Culturais

  2. Muito legal amigo, e muita sorte ter parado ali para ter a oportunidade de você registrar! Essa Kombi e essa mulher, Elisa Rachaus, já fazem e ainda vão fazer muita história para nossa cultura e nossa cidade!

    Seu BLOG tá demais! Eu, como leitora e participante dessa comunidade carente de lazer, educação, cultura, entre outras coisas, quero parabenizar, pessoas como você, por prestar esse serviço a todos nós! Beijos querido, e sucesso sempre!

    • Romina, obrigado pelos elogios!
      De parabéns estão vocês pela iniciativa!
      Sem isso, não faria sentido um blog como esse.

      *Ah, e eu corrigi o nome da Elisa. rsrsrs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s