Roteiro aceitável+muita ação=cura para alguns males

A despeito das oito estréias do final de semana (que listo no final deste drops), o assunto que volta a ser discutido é, sim, A Múmia e seu imperador chinês. Depois de ir conferir quão bem esse fármaco pop pode fazer a um viciado em crise de abstinência, pude constatar que o filme não nem tão bom nem tão ruim quanto se fala por aí.

Realmente, não há como negar que o enredo deixa a desejar para os mais exigentes e criativos. Não vá ao cinema esperando aprender sobre a história do país da vez, a China. Tampouco busque muita verossimilhança. Aliás, desde quando blockbusters de ação devem tê-la? Você mesmo pode responder.

Por outro lado, se o receituário indica lutas legais, efeitos especiais, batalhas, perseguições em Xangai com direito a fogos de artifício no Ano Novo Chinês e feitiçaria, fique à vontade. O consumo não tem efeitos colaterais nem contra-indicações. Consuma à vontade.

Considero normal a queda na qualidade do enredo em comparação com o primeiro – e mesmo com o segundo filme da série. No entanto, para quem sempre acha algum assunto para reflexão, o conflito de gerações e o sentimento de culpa de um pai por não ter sido tão presente na vida do filho como deveria ou gostaria podem dar pano pra manga. Assunto bastante pertinente no final de semana do Dia dos Pais.

Também não poderia faltar uma história de amor – aliás, três ao todo. Uma que dá origem à aventura, outra que nasce no desenrolar da história e uma que já conhecemos desde que Brandan Fraser acordou sua primeira múmia, no início da série.

No papel da parceira de Fraser, Eve, diga-se de passagem, Rachel Weisz não faz tanta falta assim. Às vezes é bom mudar um pouco. O que podiam ter feito era, sim, fazer algum remendo na trama para explicar o porquê da mudança. Eve não teria simplesmente mudado de rosto tão facilmente logo depois da Segunda Guerra Mundial.

Enfim, enquanto ainda há tempo, fica a sugestão: viciados em drops aventureiros, A Múmia – Tumba do Imperador Dragão só faz bem.

Aos que já viram ou preferem remédios mais novos e inovadores, a lista das estréias em Brasília: Asteriz nos Jogos Olímpicos (Comédia/Europa), A Caçada (Comédia/EUA, Croácia, Bósnia Herzegovina), Devoção (documentário/Brasil), Lady Jane (Policial/França), Mais do que Você Imagina (Comédia/Alemanha, EUA), O Grande Dave (Comédia/EUA), O Verdadeiro Amor (Drama/EUA), Violência em Família (Drama/Austrália).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s