Lançamento da semana: um bom comic book film


Em uma semana de exibição, a arrecadação de Batman – O Cavaleiro das Trevas já passou do US$ 158 milhões, de acordo com o Rotten Tomatoes (site bem legal para escolher filmes a ver – em inglês).

Classificado pelos internautas do mesmo site como “negro, complexo e inesquecível”, o filme de Christopher Nolan realmente é bom e vale o ingresso. No entanto, não é necessariamente consenso. Talvez “inesquecível” seja um pouco demais. Na verdade, ele chega a ser pesado para alguns estômagos e mentes.

Mas comecemos pelas coisas boas. Afinal, sem elas não ficaríamos duas horas e meia sentados numa poltrona de cinema, certo?

A primeira, sem dúvida, é a interpretação de Heath Ledger como o Coringa. Não falo isso como homenagem póstuma ao falecido ator, mas que o cara estava bom, isso não se pode negar. Antes de partir dessa para melhor, Ledger provou mais uma vez que era sim bom ator.

Batman, encarado por Christian Bale, não fica atrás. A voz do homem-morcego ficou muito bem feita e, digamos, sinistra, mesmo quando ele está sem a máscara.

Também chama a atenção o drama do herói que procura alguém para substituí-lo, um “herói com rosto” para Gotham City. Mal sabe ele que com suas atitudes de bom moço constrói, a partir de quem seria o seu herói (Aaron Eckhart), o vilão da seqüência, que virá. Tomara, tão boa como os dois primeiros filmes.

Os pontos fracos? Sempre estão por aí. Fico com os levantados por um amigo e aficionado em cinema, que no momento está no Canadá, Rafael Moraes, futuro jornalista.

O primeiro é a participação do espantalho, personagem de Batman Begins. Confesso que não me lembrava mais dele e, de fato, sua participação é totalmente dispensável, acredito eu. Do segundo ponto prefiro não falar. Vai acabar tirando uma parte da graça do filme. Mas, garanto, faltou um velório básico, ou pelo menos uma despedida de Bruce Wayne (Bale).

Por fim, prestem atenção à cena da festa dada por Wayne em homenagem ao honesto promotor vivido por Eckhart. Em resumo, o Coringa aparece, Batman salva o promotor e, claro, Rachel, seu eterno amor. Mas e o Coringa? E os convidados? Deles, ninguém mais falou, pelo menos depois daquela cena.

Veja aqui o Site oficial

Anúncios

Um pensamento sobre “Lançamento da semana: um bom comic book film

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s